setembro 05, 2009

A felicidade mora aqui....


O marcello (meu colega) e eu estamos discutindo sobre a FELICIDADE para um trabalho. E ele trouxe um conceito muito interessante, sobre como a filosofia define a felicidade. Então, vamos lá:

São duas definições:
Felicidade = "as coisas estarem como deveriam ser" e "prazer".

O primeiro conceito, na minha opinião, parece que antigamente era mais fácil de ser mantido e alcançado, já que existiam padrões definidos e pré-estabelecidos. É claro que a vida era muito mais chata, mas todo mundo já sabia o caminho que deveria percorrer. Claro que, no momento que as coisas saiam do percurso natural (dos bons costumes, do "mais adequado") batia um desespero - por exemplo, Leila Diniz tocava o terror! E quem conseguia quebrar isso, se diferenciava.

Mas e agora? Como as coisas deveriam estar? Tudo pode ser tudo. Cada um tem o seu valor, o seu desejo, o seu sonho. Se já é difícil achar o seu caminho sozinho, imagina junto com alguém. Quem hoje está disposto a abrir mão? Ninguém quer ser feliz somente pelo outro, quer encontrar o seu caminho. E também isso seria injusto. Mas então como faz? Me parece que não tem meio-termo hoje. Os relacionamentos são complicados na prática e na teoria tb!

Como é difícil chegar nessa felicidade....

Um comentário:

gisele.artes disse...

O problema é q todo mundo acha q felicidade é algo ainda a ser buscado. Ninguem para para pensar q sou feliz agora e ponto! Vc tem uma doença grave? Esta desempregado? É sozinho no mundo, não tem amigos queridos, ou parentes? Não tem onde morar? ????? A maioria das pessoas realmente tem pedrinhas no caminho... ai meu chefe me xingou (mas tá empregado), o carro quebrou (não tá espremido num ônibus, ou a pé), minha mãe brigou comigo (alguem se importa contigo), etc...etc... As pessoas não enxergam e não dão graças por tudo q tem e só ficam vendo o lado negativo de tudo, q são infelizes! Parem pra pensar em TUDO q vcs tem q verão q são felizes...mas não SATISFEITOS (como todo ser humano sempre em busca de algo a mais)... isso sim é diferente e positivo! Me fiz entender? Será?