dezembro 01, 2010

Maceió - Parte I

No início de novembro recebi um convite bem bacana da Agência ECO, de Maceió: dar uma palestra sobre planejamento no 1° Boteco Publicitário. Maceió? Nem precisei pensar duas vezes. A recepção foi ótima, o pessoal é realmente um amor! Mas antes de falar sobre o evento e até postar o conteúdo da palestra, decidi fazer um post sobre essa cidade, que é uma delícia.

Com a correria do final de ano (e a pauta master pegando), não deu tempo de planejar a viagem (#fail). Aos 45min do 2° tempo dei uma rápida pesquisada em blogs e pedi algumas dicas no twitter. Essas foram as únicas informações que levei para minha primeira visita a cidade:

fazer o passeio de jangada + Praia do Gunga (sendo que alguns blogs avisaram que é muito voltada para turista) + Bar Lopana + Restaurante Peruano + Tapioca + Imperadores do Camarão.

É claro que em um final de semana, não deu pra fazer tudo (leeembrando que fui lá a trabalho). O melhor foi que o @mauropaz acabou me acompanhando (e foi nossa primeira viagem juntos). Tava uma delícia! Seria perfeita, se eu não tivesse sido atacada por uma dor de ouvido e por uma gripe louca, mas que não chegou a atrapalhar nossa viagem.

Enfim, chegamos na cidade.


É simplesmente impressionante a cor da água! É um azuuul lindo, super paradisíaco. É realmente a PRAIA BRASILEIRA IDEALIZADA: cheinha de coqueiros, por todos os lados!



E por essas coincidências da vida, acabamos encontrando um amigo do Mauro daqui de SP, sem querer. Ainda meio perdidos, eles nos deram a dica quente: vamos para Praia do Francês! Ela fica a uns 20 min de carro da Orla / Praia de Sete Coqueiros (onde estávamos hospedados). Essa é a praia dos surfistas :)

E com a nossa super cara de turista, éramos abordados toda a hora por vendedores de tudo que vcs possam imaginar.





Depois fizemos um passeio "the flash" pela Praia do Gunga e o seu Mirante. Sendo comercial ou não, essa praia é simplesemente muita linda! É um dos lugares que o rio encontra o mar. Não deu tempo de entrar na água, mas disseram que essa praia, diferente das outras, é muito funda (lembra a Praia da Barra em Floripa e uma de La Paloma no Uruguay - lugares que passo a maior vergonha pra entrar no mar).

E o mais engraçado, que apesar de ser pública, é uma praia particular. Fica dentro de uma fazenda de cocos (como dá pra ver na 3° foto desse post)! Tem até um pórtico para entrar. Loucura, loucura.




(o pessoal do evento @tavinhocamerino @livinharusso - queridos!)

Também fomos no LOPANA - barzinho na beira da praia - quase na frente da rua do nosso hotel. Fomos no final da tarde de domingo. Mas para mim foi uma decepção: música muito alta (não dava nem pra conversar), atendimento péssimo, além do pessoal ser bem relaxado - tava cheio de sujeira e não limparam nada. Blergh. Saimos rapidinho dali. Se tivéssemos ido no Kanoa (bem ao lado), parecia beeem melhor.


Almoçamos e jantamos com o pessoal do evento, em lugares bem gostosos. Nós nos acabamos com os sucos de frutas tropicais - Seriguela, Caja, Mangaba. E muuuutos frutos do mar: Camõres, ostras e lagostas. Até um acarajé com camarões defumados provamos.Delicia! Ainda demos alguns passeios na orla e visitamos a Feira de Artesanato. Faltou experimentar o Camarão Chiclete (com muuuutio queijo) do Imperadores do Camarão, que parecia beeem gostoso.


E o saldo da viagem: super positivo! Com muita vontade de voltar lá cooorrendo. É impressionante como tem lugares, lugares e lugares lindos para gte conhecer nesse país. Quero muito tudo isso.

3 comentários:

Anônimo disse...

As fotos estão demais!!!
bjs
Rapha

:Cristina Gomes: disse...

Hm..delicinha!! :)

gisele.artes disse...

Lindo, lindo! But I didn´t even get a lousy t-shirt! hahaha